Rethink Church
Generación in Between
We are from here & somos de allÁ
Generación in Between
CINCO DE MAYO: UM LEMBRETE QUE PODEMOS SUPERAR GIGANTES
 

Por Michelle Maldonado

O que você pensa quando escuta “Cinco de Mayo”? A versão mexicana do quatro de julho? Grandes chapéus com bigodes falsos? Chips e salsa ou queijo amarelo e nachos? Talvez até tequila?

Existem muito mais por detrás da história de Cinco de Mayo.

 Disponible en español Available in English

Cinco de Mayo é um feriado que foi comemorado primeiramente em Puebla, México. Comemora a data em que o exército do México venceu a Batalha de Puebla sobre a França em 1862. Cinco de Maio é na verdade um feriado relativamente menor no México. É comemorado mais nos EUA do que no México. Cinco de Maio, nos Estados Unidos, há muito tempo celebra a cultura e a herança mexicana em comunidades predominantemente mexicano-americanas. Algumas comunidades hispânicas não mexicanas participam da festa celebrando o multiculturalismo e a diversidade da América Latina.

Por muitos anos, essa celebração se tornou “mainstream” na população não-mexicana ou latina e os resultados têm sido ofensivos. De muitas maneiras, Cinco de Mayo nos Estados Unidos transformou elementos da cultura e do patrimônio mexicano em um escárnio de estereótipos imprecisos exagerados que varrem todas as comunidades latinas em uma única pilha. Dado o atual clima político e sentimentos em relação aos mexicanos e latinos, as últimas celebrações Cinco de Mayo foram particularmente desagradáveis para algumas comunidades hispânicas.

Neste Cinco de Mayo, em vez de “vestir-se” como mexicano e postar no Instagram fotos de “Coronaritas” do tamanho de sua cabeça, faça questão de orar em pensamento durante todo o dia pelo México, pelas comunidades indígenas que estão sofrendo, pelas pessoas que ainda lidam com as consequências dos terremotos devastadores do último outono. Ore pelos que estão no meio da pobreza. Além disso, ore pelas injustiças que os mexicanos e todos os latinos vivenciam nos EUA. Orem pelas crianças que estão nos centros de detenção do ICE. E se você sentir vontade de colocar ação por trás dessas orações, vá em frente!

Se orar não é muito sua praia, tudo bem. Talvez se envolver também não seja. Mas tire um tempo para pensar um pouco no fato de que um pequeno exército mexicano derrotou os soldados franceses que ocupavam seu território. Isso me lembra daquela história bíblica sobre Davi e Golias. Naquela época, o México devia muito dinheiro para a Europa e o país não estava indo bem economicamente. A França, liderada pelo sobrinho de Napoleão, enviou 6.000 soldados bem equipados para Puebla para assumir o controle da terra. O presidente do México, Benito Juarez, tinha certeza de que a França venceria. Mas ele ainda decidiu juntar um exército de 2.000 soldados. Ao amanhecer do dia 5 de maio, o exército mexicano iniciou seu ataque aos franceses. O general francês não esperava que esse pequeno exército mexicano fizesse uma boa luta. Naquela noite, o general francês percebeu que eles estavam perdendo a luta e retirou seu exército derrotado. Assim como Davi derrotou o gigante Golias jogando uma pedra em sua cabeça, o exército mexicano, contra todas as probabilidades, derrotou os franceses.

Cinco de Mayo é um dia que nos lembra que coisas improváveis acontecem. Isso nos lembra que até os menos favorecidos têm poder. Que o Cinco de Mayo, o pequeno exército mexicano e a história de David, lhe lembrem que você pode superar gigantes, obstáculos e dificuldades que estão no seu caminho. A vida pode parecer uma batalha sem fim, mas essas histórias nos inspiram a continuar lutando.


Michelle Maldonado é diretora de Seeker Communications at United Methodist Communications.

 

[Publicado 4 de maio, 2018]

 Disponible en español Available in English

 
Newsletter
 
Related Articles